Maria Ana Bobone participa cantando "Lisboa Menina e Moça" na Grande Gala de ANGARIAÇÃO de FUNDOS em que os vários grupos constituintes da Orquestra Geração, Sistema Portugal, vão executar, entre muitas outras peças: Te Deum de Charpentier, Halleluya de Haendel, Pompa e Circunstancia de Elgar, Abertura Guilherme Tell de Rossini, Abertura Nabucco de Verdi, Grande Porta de Kiev de Moussorgsky, Concerto para 2 violinos e Concerto para 2 trompetes de Vivaldi, Abertura e Habanera da Carmen deBizet.
Destaca-se ainda a participação generosa de Pedro Jóia na sua guitarra a tocar Ritmos Ciganos, e o pianista Filipe Melo, todos eles acompanhados por diferentes orquestras do projecto. 

A Orquestra Geração | Sistema Portugal é um projecto de inclusão social que aposta na aprendizagem da música a jovens e comunidades desfavorecidas que nunca tiveram contacto com a prática orquestral, reforçando as suas competências individuais, sociais e escolares.

Maria Ana Bobone participates singing "Lisboa Menina e Moça" at the Fundraising Gala of the "Geração" Orchestra. The orchestra will be playing Charpentier's Te Deum, Haendel's Halleluya, Pomp and Circumstance by Elgar, The William Tell opening (Rossini), Verdi's Nabucco opening, Moussorgsky's Great Gate of Kiev, 2 concertos by Vivaldi (for 2 violins and 2 trumpets), and the opening and Habanera of Carmen (Bizet). Two other guest participants will be the guitarist Pedro Joia and the pianist Filipe Melo.

Orquestra Geração is a social inclusion project that provides musical education to young people from disfavoured communities that have never had contact with the orchestral practice, reinforcing their individual, social and educational competences.

Comment